Páginas

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Comer, Rezar e Amar


Este é o primeiro post que faço diretamente do meu notebook. Presente do meu pai para facilitar minha vida universitária, cheia de resumos, fichamentos, artigos e similares, consequentemente facilitou minha vida de blogueira, pois agora não preciso esperar o computador da casa ficar livre para escrever um post...

Continuando

O filme já está em cartaz há um bom tempo e também faz mais de uma semana que assisti, mas gostaria de deixar no meu empoeirado e singelo blog a minha opinião. Foi numa bela tarde de terça-feira que pude enfim desfrutar do meu ingresso que ganhei em um concurso relâmpago no site Sintaligada. Foram dois ingressos então fomos eu, minha mãe e minha irmã patrocinando o dela assistir ao filme. Estava super ansiosa pois queria muito ver esse filme.

Início da semana, mas com gosto de sábado, com tudo que tinha direito. Nossa proposta inicial era assistir ao filme e ir para casa, mas estendeu para um grande lanche e compras! Tarde e noite prazerosas de cinema com pipocas grandes, lanche com milk shake e muitas compras... fazia muito tempo que as três mulheres da casa não saiam juntas para desfrutar de um dia de lazer.

Mas não vim aqui para falar disso e sim do filme.
Primeiro – minha mãe chorou muito, algumas lágrimas rolaram do meu rosto, minha irmã se emocionou, mas sem lágrimas (lembrando que isso não significa que uma gostou menos que a outra, todas nós adoramos). Segundo – ficamos com muita vontade de comer macarronada. Terceiro – Julia Roberts é incrível!
Posso dizer que é um filme na medida certa sutil, sem dramalhão, romance sem exageros. O filme desenrola de forma agradável, nem rápido demais, nem lento demais... longo, mas não achei cansativo. O mais “confuso” são os feedbacks que a personagem passa, por que as vezes ficava aquele “cri” (isso está acontecendo agora ou é só imaginação...rsrsrs... pode ser preguiça minha...). O par romântico da personagem a princípio não nos agradou, mas no decorrer do filme apresentou um charme que nos conquistou...sobre o jeito brasileiro de ser, precisava melhorar.
A mensagem é bem clara sobre a busca por quem realmente somos e o que realmente queremos... compreender realmente a nossa imagem e não o reflexo dela através de outras pessoas. A busca por equilíbrio entre as diversas áreas de vida.

Vou procurar ler o livro, pois se o filme foi bom, imagina o livro...alguém que leu já pode deixar sua opinião nos comentários...rsrsrs

Está dada a dica.
Até a próxima!

4 comentários:

  1. doida pra ver esse filme

    já votou em mim? https://www.anperfumes.com.br/cgi/supercart.exe/page?b=229&page=Concurso_Cultural.htm

    rsrs

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu blog! Já estou seguindo e indicando lá no meu blog tbm www.maravilhasdocotidiano.blogspot.com
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ola, tem sorteio de 1 kit de make-up da Victoria Secrects em meu site, gostaria de contar com sua participação. Abracos Sueli
    www.fashionspill.com

    ResponderExcluir
  4. Ficou ótima a postagem! A propósito, adorei o blog!=)

    ResponderExcluir